8 de julho de 2014

Resenha do Livro: O Homem que Calculava

                                                                     
  O Homem que Calculava é um livro que conta a história de Beremiz Samir, um calculista persa muito hábil em resolver problemas usando a lógica. No livro também são apresentadas várias curiosidades matemáticas, que o enriquece e o torna uma obra que merece ser valorizada.
  É importante que você saiba, caro leitor, que a história se passa por volta de 1200 d.C., na antiga Arábia. O ambiente escolhido se justifica pelo fato de terem vivido muitos matemáticos na região, que contribuíram significativamente para o avanço dessa ciência. É o caso de Al-Kharismi, nome da qual deriva a palavra “algarismo”. E você, sem dúvida, já deve ter ouvido falar da fórmula de Bhaskara, que tem esse nome em homenagem ao matemático indiano Bhaskara. 
                         
  Esse fato faz com que o livro - apesar de ter sido escrito por um brasileiro - seja recheado de expressões árabes, do qual precedem os nomes dos personagens e enaltecem Alá, a divindade do Islamismo.                
  Particularmente isso me incomodou um pouco, pois fiquei confusa com essas expressões, mas nada que tenha prejudicado a leitura. Outro detalhe é que o calculista me pareceu um tanto bajulador, e sempre tem respostas prontas, o que também passa a impressão de uma história “forçada”.

  No entanto, o que mais me chamou a atenção, com certeza, foram os interessantes problemas, que são muito bem esclarecidos, permitindo até que os mais leigos compreendam a lógica usada por Beremiz. Entre os problemas que mais gostei, destaco o caso do pagamento de oito pães com oito moedas, que aparentemente parece algo simples, mas se revela mais complexo. Assim indico que, caso não queiram ler o livro todo, leiam pelo menos esta parte, que está no capítulo quatro.
  
  Como último comentário, gostaria de dizer que fiz uma leitura rápida das quase 300 páginas do livro – as últimas 50 são de apêndice, sendo dispensáveis -, pois a história não é monótona e, logo que terminava um capítulo, já ficava ansiosa para ler o próximo.
 
  Fiz uma pesquisa e o preço do livro está em torno de 25 reais, mas aconselho que o procure em uma biblioteca, assim como eu fiz.
  Bem, espero que gostem do livro, e se alguém já o leu, deixe um comentário expondo sua opinião.
MINHA NOTA: 8

#ahbemsério, por SHE

2 comentários:

  1. Essa obra foi uma referência fundamental em minha juventude. O uso da pura lógica capaz de enfeitiçar os poderosos e adquirir não o mero poder, mas a felicidade, a resolução do mais importante problema de todos: a vida. A partir desse livro, parti para as outras publicações do nobre Malba Tahan.

    ResponderExcluir
  2. Fico feliz que mais alguém tenha gostado do livro e que ele tenha feito diferença em sua vida, assim como fez na minha.
    Ainda não li outra obra de Malba Tahan, mas se tiver oportunidade, garanto que vou ler influenciada pelo seu comentário.

    ResponderExcluir

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal