9 de novembro de 2014

Resenha do Filme: O Fabuloso Destino de Amelie Poulain

  Le Fabuleux Destin d'Amélie Poulain é, sem dúvida, um filme singelo.
  O filme francês lançado em 2001 foge aos padrões americanos aos quais estamos acostumados. Isso porque, mesmo sem um roteiro elaborado, ele conseguiu cativar o público, rendendo-lhe impressionantes 5 indicações ao Oscar.
  Basicamente, a história se trata de Amélie, uma jovem que, ao encontrar uma caixinha de tesouros particulares, passa a se empenhar em devolvê-la ao dono. Nesta e em outras façanhas, a francesa leva alegria aos demais personagens, mostrando que com alguma gentileza pode-se fazer as pessoas mais felizes. Em certo momento, o filme também passa a ter conotações de comédia romântica, apesar de ser bem mais profundo do que o geralmente observado no gênero.
  Destaca-se a qualidade visual do filme e a trilha sonora, produzida especialmente para a obra. Outro aspecto que chama a atenção principalmente a minha – são os detalhes dos cenários, que passam a impressão de um cuidado especial e até carinhoso, sendo essenciais para tornar o filme uma obra tão singela quanto é. A participação de um narrador ativo também é um diferencial, sendo que em certos momentos impede a nostalgia, mas também dá ao filme um dinamismo cansativo.



  No elenco, tem-se Audrey Tautou interpretando Amélie. Posteriormente, a atriz francesa também atuou em filmes como Coco Antes de Chanel e O Código da Vinci. No filme em questão, Audrey conseguiu transmitir com delicadeza os sentimentos da sonhadora Amélie, o que não acontece em seus outros trabalhos, em que as personagens são mais ativas do que subjetivas.
  O Fabuloso Destino de Amélie Poulain é também o filme de maior repercussão do diretor Jean-Pierre Jeunet, que costuma ser identificado por suas obras que mesclam a fantasia com a realidade. Segundo os críticos, esta receita funcionou neste caso, ao contrário de em Alien: A Ressurreição, um de seus filmes não tão bem criticados.


  Enfim, o filme alcançou seu mérito não apenas pela suntuosa soma de 18 milhões de ingressos vendidos, mas também porque ao mesmo tempo conseguiu resgatar a essência da Sétima Arte. Seu sucesso foi tanto, que em breve terá uma versão em um musical da Broadway.

#ahbemsério, por SHE 

16 comentários:

  1. Eu tenho muita vontade de assistir esse filme por motivos de: tenho curiosidade sobre a história, nunca assisti um filme francês e acho o poster lindo, apesar de ser bem simples. Adorei saber que o cenário é bem detalhado, é um ponto super positivo. Beijos!

    http://frases-perdidas.blogspot.com.br/ [Ta rolando top comentarista especial lá no blog ♥]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá uma olhada no filme sim, mas tem que ser em um dia que você esteja no clima para admirar algo.

      Excluir
  2. Eu não assisti o filme, mas me parece que vale a pena. E não é pelas indicações e milhares de ingressos vendidos. Mas por ter um enredo bem bacana, uma fotografia legal. Fiquei bem curiosa pra assisti-lo. Eu não tinha muita vontade de vê-lo, mas com certeza agora o farei. hahaha
    Beijos
    Lendo & Apreciando

    ResponderExcluir
  3. Esse filme é um encanto...Muito bacana!

    beijokas

    http://praticavida.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que legal, nem tinha noção que outras pessoas conheceriam o filme. Fico bem feliz com isso. :)

      Excluir
  4. Oi, Cris!
    Tenho esse filme e já assisti muitas vezes, adoro o desenrolar da história toda, e dos lugares onde Amélie vai, a fotografia é fantástica. Vale muito a pena, apesar de agora eu estar um pouquinho enjoada dele haha Gosto do Mathieu Kassovitz também rs
    Amei o blog! Beijo!

    Letícia Valle
    Litteratura Mundi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, o filme é muito lindo mesmo. Ainda não cheguei a assistir de novo, mas parece ser uma boa opção para as férias :)

      Excluir
  5. Aí Cris, eu fiquei até com vontade de assistir de novo :)

    Quero agradecer a sua vista, no blog...Amei o seu, viu!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O blog não é meu, hehehe. A dona é a Aline de Santana Garcia, eu só colaboro :)

      Excluir
  6. Te indiquei para o The Liebster Awards!!
    http://simplesmente-complexa.blogspot.com.br/2014/11/tag-liebster-awards.html
    Quando responder, me avisa hein! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que maravilha :D
      Quando responder te aviso sim :)
      Beijos (k)

      Excluir
  7. Gentee, eu amo esse filme! Sempre vivo fazendo meus amigos assistirem e eu meio que tenho uma história com ele. Foi assim minha tia quando foi pra França voltou em uma vibe de coisas francesas e fez todo mundo (nós primos kkkkk) assistirem a esse filme, e eu era bem mais nova e ainda não majava dos paranauê, e até que um dia esse filme me veio na cabeça e eu fiquei tipo um tempão caçando esse filme e quando encontrei não parei mais de assitir e se tornou o meu filme favorito ever <3
    Bjs
    http://heybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que história! Acho muito legal quando acontece isso de termos uma relação tão forte com algo, seja filme ou livro.

      Excluir
  8. Amélie Poulain é o meu segundo filme francês preferido! Desde que assisti pela primeira vez, não teve como não amar a personagem...

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei curiosa para saber qual o seu primeiro filme favorito :)

      Excluir

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal