12 de fevereiro de 2015

Resenha do Filme: The Imitation Game

  Traduzido para o Brasil como O Jogo da Imitação, The Imitation Game é o tipo de filme que tem tudo para me ganhar: Benedict Cumberbatch (que interpreta o protagonista da minha série preferida, Sherlock), Matemática (eu chego a amá-la mais do que livros, e isso não é pouca coisa) e Segunda Guerra Mundial (sou fascinada por guerras). Logo, eu não poderia deixar de assistir esse filme e considerá-lo maravilhoso, digno das 8 indicações ao Oscar.
  The Imitation Game é uma obra biográfica sobre Alan Turing, que foi um matemático precursor da computação e responsável por criar uma máquina que decodificou as mensagens secretas alemãs durante a guerra. Graças a isso, milhares de vidas foram salvas e estima-se que a guerra foi encurtada em dois anos. É um grande currículo, não acha?
 Mas talvez você estranhe o fato de que – provavelmente – nunca ouviu falar desse brilhante homem. Essa é realmente uma das injustiças do tempo – e da sociedade preconceituosa , porém The Imitation Game é um filme que está aí para lembrar o mundo da importância de Alan Turing. Pessoalmente, acredito que essa missão foi cumprida com maestria.
  Alan Turing era homossexual e naquela época isso era considerado crime. No próximo parágrafo vou falar alguns spoilers, se você não se importa de ver, é só selecionar o texto.

  Mesmo sendo um herói da guerra, Alan Turing foi condenado a castração química por indecência. Dois anos depois, em 1954, ele se suicidou. Essa é uma das injustiças que me estimula a ter raiva do mundo. Outra coisa é que a sua máquina que decodificou o código Enigma tinha o nome do garoto que ele amou quando jovem (achei esse detalhe muito bonito).

  Contudo, no filme há uma mulher que, digamos assim, está lá para ser a protagonista feminina. Ela é Joan Clarke (Keira Knightley, de Orgulho e Preconceito e da franquia Piratas do Caribe) e se candidata a uma vaga naquela área da criptografia na qual Alan trabalha. Mas como a Ciência era (e ainda é) um campo muito masculino, ela é menosprezada pelos avaliadores. Só que Alan está lá para defendê-la e os dois acabam se tornando amigos.


  Gosto bastante da presença de Joan no filme, pois ela acaba “humanizando” um pouco o protagonista. Antes considerado um esquisitão desagradável pelos colegas, Joan o convence a se aproximar deles para conseguir ajuda no desenvolvimento de sua máquina revolucionária. Em uma cena hilária, Alan, todo bobão, dá a cada um uma maçã e conta uma piada. É esse tipo de detalhe que fez com que eu gostasse ainda mais do filme, pois além de conhecer a história de um homem brilhante e injustiçado, ainda pude me divertir e me emocionar com cenas encantadoras especialmente com as cenas finais, que mexeram com meus feelings.
  Algo que tenho reparado bastante são as críticas sobre a forma como a sexualidade foi trabalhada no filme. Não sei bem o que penso disso, mas o que posso dizer é que a direção não parece ter se arriscado muito com o tema, tendo permanecido mais focada na carreira de Alan Turing. Então não espere beijos gays ou algo polêmico à la novela da Globo.

Eu já estava nesse estado no final do filme
  Além das atuações impecáveis – não esperaria menos de Cumberbatch –, acho válido destacar o roteiro, que é algo que não costumo reparar em filmes, mas dessa vez chamou minha atenção por sua excelência e precisão. Aliás, “Melhor Roteiro Adaptado” é uma das categorias em que o filme está concorrendo ao Oscar.
  Ah, não poderia deixar de falar da presença do ator Charles Dance (Tywin Lannister, de Game of Thrones), que interpreta um comandante do exército. Logo no começo do filme temos uma cena muito legal entre ele e Alan Turing.
  Enfim, esse filme é sensacional e eu ficaria muito contente se você, que está lendo esse texto, o assistisse. Pense assim: caso The Imitation Game ganhe o Oscar de Melhor Filme (o que eu tenho fé de que pode acontecer), você vai poder falar que o viu antes da maioria das pessoas que conhece hehe. E se você já assistiu e tem melhores argumentos para fazer as outras pessoas vê-lo, não deixe de comentar.

#ahbemsério, por SHE

47 comentários:

  1. Puxa, eu estou MUITO por fora do Oscar desse ano. Eu nem sabia da existência desse filme, acredita? o.o Posso dizer com toda a certeza que A-D-O-R-E-I a história e os temas abordados. Eu já fiquei SUPER curiosa por saber que era sobre a II Guerra Mundial, um dos fatos histórias que mais amo saber/estudar. E assistir sobre a vida de alguém como esse cara, que sempre esteve invisível aos olhos de muitos, também me fez ficar com muita vontade de conferir. Gosto de muito de obras biográficas.
    No mais, você, como sempre, conseguiu delinear uma ótima resenha. Adoro vir aqui só pra ler suas resenhas! *-*

    Love, Nina.
    http://ninaeuma.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, eu também não estou tão por dentro do Oscar assim, mas conheci esse filme por muita gente do Fandom falar dele, então não poderia deixar de assistir hehe
      É ótimo recebeu um elogio seu, Nina <3

      Excluir
  2. Olá!
    Você não vai me odiar se eu disser que até então não conhecia a história de Alan Turing, certo? OK huahua
    Brincadeiras á parte, infelizmente ainda não vi o filme mas me parece algo fascinante. Esse cara realmente foi brilhante e é uma pena ter sofrido o que sofreu porque era homossexual. Li o spoiler e confesso que fiquei bastante chocada. Mesmo sabendo que naquela época isso era comum, é uma coisa que chega a embrulhar o estômago.
    Parabéns! Resenha muito bem escrita e detalhada.
    Beijinhos.
    http://ressacamusiliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, não tem problema você não conhecer a história do Turing, até porque eu também não a conhecia até saber desse filme.
      A forma como o ser humano trata outro ser humano apenas por agir de forma diferente de si é cruel e chocante mesmo. E pensar que não foi apenas ele que sofreu essa injustiça.
      E obrigada pelo elogio!

      Excluir
  3. Nossa, nem conhecia o filme também! Eu vou dar uma pesquisada na net para ver se encontro para assistir!
    http://letrasemvida.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem fácil encontrar, eu também procurei na internet.

      Excluir
  4. Nossa, não conhecia o filme :o Parece ser incrível! Amei seu post, deu pra conhecer um pouquinho sobre a história e você avisou que faria um parágrafo com spoilers, então as pessoas que não gostam (como eu) podem simplesmente pular essa parte hahahaha

    Muito bom, vou assistir! :)
    Beijosss
    http://bookspoison.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado do post! Ficarei ainda mais feliz se você assistir. Ah, e depois me conta o que achou.

      Excluir
  5. Sonos 2 Nina, também estou super por fora do Oscar 2015. A sinopse do filme não me agradou não, mas vou procurar assistir só por causa da Keira Knightley, que considero uma excelente atriz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, eu fui assistir por causa do Benedict, então estamos empatadas.

      Excluir
  6. Parece que esse filme reúne tudo o que mais me interessa: guerras, drama, cenas tocantes... Vou procurar saber mais.
    Bjs, Isabella

    ResponderExcluir
  7. Com sempre outra ótima resenha, eu também adoro filmes sobre guerras, gosto bastante daqueles filmes que tem as guerras antigas com espadas etc, muito emocionante, este vou querer ver come certeza. Bjs Cris.

    http://vihpaula.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, esse filme aqui não é "aquele tipo de filme de guerra", não tem essa ação ou cenas de combates. É mais focado em cenas internas, sabe? Mas mesmo assim acredito que você pode gostar e ter uma nova visão sobre o que acontece na guerra.

      Excluir
  8. Ai me abraça. Esse filme entrou pra lista dos meus favoritos fácil. Sério, o benedict atuou lindamente e merece todos os oscars do mundo. Eu chorei muito nesse fim, tipo ridiculamente muito. Foi um filme muito tocante e cara, que mundo injusto né? O Alan era genial. E fizeram uma atrocidade com ele por uma coisa tão... pouca. :(
    www.belapsicose.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que felicidade em receber um comentário assim vindo de vocÊ!
      Enfim, concordo muito contigo, é super indignante como as pessoas agem contra quem é diferente delas.

      Excluir
  9. Olá
    Estou seguindo oo blog, gostei muito viu? Parabéns pelo trabalaho haha.
    Sobre a resenha, está ótima, parabéns, confesso que nunca ouvi falar desse filme, pois curto mais romance e comédias e coisas assim, mas fiquei bem interessada depois de ler mais na sua resenha.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2015/02/preconceito-literario.html

    ResponderExcluir
  10. Oi Cris :D
    Fiquei curiosa com esse filme, mas não sei se vou ter tempo de vê-lo por agora haha
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Oii, tudo bem?
    Eu não conhecia a história de Alan Turing, e nem sou muito fã de filmes biográficos, mas esse tem tudo para ser incrível!
    Bjs

    http://a-libri.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre temos que começar por algum filme biográfico, que tal esse?

      Excluir
    2. Assim que tiver um tempo irei assistir :)

      Excluir
  12. Quando comecei a ler a resenha achei que não iria me interessar não, mas dois atores que gosto muito é covardia! E vc conseguiu me fazer ficar muito curiosa! Meu marido é programador e com certeza vai querer ver o filme. Já vou falar pra ele aqui e assistiremos em breve! ;)
    Ah, assisti agora o primeiro episódio de Sherlock! Não quero paraaaaaar! hahahahahaha
    Demorei um pouco pra me habituar com o Holmes do Cumberbatch, mas depois de um tempo já estava gostando horrores! :D (Achei meio risonho demais, mas consegui relevar)

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você se interessou! Acho que tanto seu marido como você irão adorar o filme!
      AAAAAAAAAh, Sherlock é incrível mesmo, né? Fico feliz que você tenha começado a assistir :)

      Excluir
  13. Oie, Cris!
    Nossa, tem matemática? Ok, esse filme realmente foi feito para você.
    E eu li a parte do spoiler. O cara foi um gênio, ajudou a salvar milhares de vidas e recebeu como agradecimento essa punição que não deve ter afetado apenas sua dignidade, mas o psicológico também. Dá uma raiva imensa do mundo, verdade - então me pergunto qual a diferença dos alemães perdedores e desses supostos vencedores que propuseram, aceitaram e executaram a punição. Nojo.
    Enfim, eu gostei do enredo do filme como um todo. Fiquei curiosa para conhecer a Joan e quero muito ver o brilhante Charles Dance atuando. Não tenho propriedade para falar porque ainda não assisti o filme, mas achei uma falta de consideração não explorarem a homossexualidade do Turing. Quer dizer, ela está intrinsecamente relacionada ao seu fim, não deveriam ter deixado de lado :/ Mas essas conclusões foram tiradas da sua resenha, preciso assistir o filme pra gente discutir sobre \o/
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você se interessou! Me sinto cumprindo meu papel de blogueira ao despertar o interesse das pessoas para obras tão fantásticas como esse filme.
      Na verdade, nenhum lado está completamente certo ou errado - no caso, a Inglaterra e Ocidente em geral versus Alemanha. A questão é que é meio chocante se deparar com as atrocidades cometidas por aqueles que fomos desde sempre encorajados a considerar os heróis.
      Essa parte da homossexulidade não tão explorada acredito que deva ser por não ter essas cenas óbvias, mas claro que eles também citam isso e tudo mais. Mas creio que é melhor assistir mesmo e tirar suas próprias conclusões.

      Excluir
  14. Um filme com Benedict Cumberbatch como protagonista??? Não tem como ser ruim.... Mesmo eu não gostando nenhum pouco de Matemática (I'm sorry, but it's the true) eu vou dar uma chance a The Imitation Game, hehehe...

    Bjs, Juh.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que tem que dar uma chance! Sherlockians apoiam os atores fora da série também :D

      Excluir
  15. Oi, tudo bem?
    Confesso que não costumo ver filmes, sou bem preguiçosa para eles kkkk Mas esse parece legal, eu gosto do tema Segunda Guerra Mundial e também adoro matemática, além de que achei a premissa do filme muito interessante, essa coisa do Alan ser homossexual naquela época, deve ter sido difícil e deve ser bacana saber mais sobre o que ele passou. Enfim, eu gostei muito da dica, ainda não conhecia esse filme, mas agora quero ver *o*

    Beijos :*
    Larissa - http://srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um tempo atrás eu também era muito preguiçosa para ver filmes, mas se for só de vez em quando não faz mal, né? Dê uma chance a The Imitation Game :D

      Excluir
  16. Vou confessar que estou bem por fora dos filmes que estão concorrendo ao Oscar, vi as chamadas pela tv, mas não prestei muita atenção. Este enredo me pareceu interessante sim, evou dar uma olhada para conferir.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  17. Oi, Cris!
    Que ótimo!
    Ainda não havia lido sobre este filme e fiquei realmente, bem interessada.
    E o que mais chamou minha atenção, foi o fato de Alan Turing ser homossexual e a direção do filme ter focado em sua carreira e não em sua sexualidade.
    Muito obrigada pela dica!

    Beijos!
    http://fabi-expressoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você se interessou. Vale a pena assistir :)

      Excluir
  18. Esta é de fato uma história de vida impressionante, sem contar que o filme aborda questões sociais extremamente profundas, como o homossexualismo e misoginia. A história é incrível e o filme parece ser uma grande produção. Merece ser visto. Ótima dica.

    http://cafeecomletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A história de Alan Turing é mesmo fantástica. É bom saber que você se interessou.

      Excluir
  19. Oi, tudo bem?
    O filme não me interessou muito, mas sou super fã da Kiera, então talvez desse uma chance só por isso, mas não agora, rs
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá, meus parabéns pela bela resenha. Não conhecia o filme devo confessar mas fiquei bastante curiosa principalmente por ter autores na qual admiro muito e amo <3. Espero assistir quando tiver oportunidade.
    Beijos, sucesso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado! Veja o filme sim :)

      Excluir
  21. Não gosto de matemática, mas sinto que preciso assistir esse filme, pois amo temas de guerras, principalmente quando se trata da Segunda Guerra Mundial. Vou correr atrás do filme. Parabéns pela resenha! Beijos, http://leit0res.blogspot.com.br.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ha, se o fato de não gostar de matemática fosse um entrave para assistir ao filme, poucas pessoas o assistiriam. Não tenha medo e dê uma chance.

      Excluir
  22. Ontem após a leitura do comentário , fomos assistir o filme. Realmente, maravilhoso.choramos eu , meu sobrinho e filha. Extremamente sensibilizante. Obrigada pela dica!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que ótimo! Fico muito feliz que tenha assistido ao filme e se emocinado :)
      Muito obrigada por comentar.

      Excluir
  23. Adorei sua resenha do filme Chris. Fiquei muito curiosa pra ver pois também sou fã de filmes de guerra , ainda mais quando se trata de casos verídicos :)
    quero muito ver!
    Abraços

    www.dezenoveprimaveras.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado da resenha! O filme não é tão focado nos combates da guerra, tipo, não há cenas de ação de exércitos, mas mesmo assim dá para curtir e conhecer um outro lado da guerra.

      Excluir

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal