14 de outubro de 2015

Resenha do Livro: Para Onde Vai O Amor?

Olha essa capa *-*
  Olá leitores, como vão?
  E hoje mais uma vez aqui estou para postar uma resenha para vocês, dessa vez do livro Para Onde Vai O Amor?, que recebi em parceria com a Editora Record. Essa obra-prima que tive o imenso prazer de ler é do autor nacional Fabrício Carpinejar, que é bem conhecido pelos seus outros livros. Eu nunca tinha lido nada dele pasmem, e esse primeiro contato que tive com o autor foi, no mínimo, satisfatório. 

Sinopse: Você que está vendo este livro com dúvida se precisa dele, você não precisa dele, precisa de si, vive caçando uma palavra que confirme o que deseja, está atrás de um escritor que possa lhe recomendar de volta para quem brigou, com capacidade de explicar o que sente e traduzir seus tormentos. Mas já sabe o que deseja, não há como convencer do contrário, os amigos mostraram que seu relacionamento não tem futuro. Não acredita neles, acredita somente no milagre. E como justificar um milagre, ainda mais para quem não tem mais fé? Eu entendo o que está passando: sua raiva, sua amargura, seu cinismo, seu desencanto. Percebeu que a razão não conforta, que a vingança ou o perdão não ressuscita a tranquilidade, que o fundo do poço nunca se equivale ao nosso fundo. Você parece normal, mas todo mundo deixa de ser normal quando se apaixona e se separa. Se sua expectativa é por uma solução, eu guardo apenas uma certeza que trará alívio mais adiante: você não vai desistir. Quando diz que acabou a relação, é que está procurando um outro jeito de recomeçar.  • Novo livro de crônicas do autor gaúcho. • Décimo sexto livro do autor publicado pela Bertrand Brasil — oitavo de crônicas.

A capa final
  Bem, para começar vamos falar sobre a capa. Gente do céu, uma das capas mais criativas e divinas que já vi *-* Caso você não tenha reparado (volte na imagem e observe os detalhes), há duas metades de um coração colorido (não sei se cada cor faz referência a algum tipo de relevo), com veias que na verdade estão ligando as várias cidades descritas na figura. Ou seja, o coração se tornou um tipo de mapa do Rio Grande do Sul, uma vez que o autor nasceu em Caxias do Sul e se radicou em Porto Alegre. Além disso, a capa final (acho que é esse o nome) também é muito interessante. Nela, encontramos um trecho de uma das crônicas dele que está presente no próprio livro, que é simplesmente encantadora e, podemos dizer, reveladora.

  O livro é dividido em 58 crônicas reflexivas que falam sobre amor, divórcio, separação, desilusão amorosa, casamento e todos aqueles sentimentos que compõe um relacionamento, e que também provavelmente uma pessoa que está na fossa pode sentir (já que essas são Crônicas de Fossa).

  Todas elas são curtinhas, a maioria não ultrapassando três páginas. Em todas, eu digo em TODAS MESMO, SEM EXCEÇÃO, aprendemos algo novo, isso quando não relembramos algum relacionamento que foi por água abaixo. Uma frase que pode muito bem descrever esse livro é aquela famosa: SÓ LI VERDADES, heuheuheue, porque foi isso mesmo que aconteceu. A todo momento lemos algo que provavelmente nunca paramos antes para pensar; daí refletimos e vemos que é uma verdade. E gente do céu, toda hora eu parava pra anotar aquelas frases que são dignas de serem colocados em para-choque de caminhão, sabe? heuheuheu Tanto que se você pegar meu histórico de status no WhatsApp, várias citações do livro que foram as mais impactantes para mim estarão lá.

  A linguagem do autor é bem simples, o que torna a leitura fluída, mesmo você não querendo terminar de ler o livro tão cedo. As crônicas são também bem distribuídas nas 176 páginas que compõe o livro. 

  O último ponto que quero mencionar aqui é o de ele ter, em algumas crônicas, comparado o amor com situações cotidianas. Isso deu uma graça a mais ao livro. Um exemplo é o dele ele ter comparado o que a gente espera do amor com o que a gente espera do SUS :D

  Finalizando, eu realmente recomendo esse livro pra todo mundo: pra quem está passando por uma separação ou divórcio, para quem está na fossa, para quem está vivendo os dias das "vacas gordas" em seus relacionamentos, para quem gosta e pra quem não gosta de crônicas... Enfim, para todo mundo, porque mesmo o livro abordando o tema amor, conseguimos captar nas entrelinhas muitos ensinamentos que irão nos servir para a vida em geral.

P.S.: O autor foi muito atencioso por deixar um recadinho aos blogueiros *-* 


  E é isso por hoje, leitores. Espero que vocês tenha gostado :D E aí, alguém já leu Para Onde Vai O Amor? ou algum outro livro do Carpinejar? Comentem aí pra eu ver... Beijos *-*









2 comentários:

  1. Curtir muito o post como sempre e eu gosto desse mesmo tipo de leitura.. Espero poder ler esse daí também!!! Abraços #Guto

    http://lumenseries.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Guto :D
      Leia sim, é muito bom.
      Beijos *-*

      Excluir

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal