31 de março de 2016

Resenha do Livro: O Mistério Oculto na Terra Negra

  Olá leitores, tudo bem com vocês?

  Hoje vim trazer mais uma resenha, dessa vez do livro O Mistério Oculto na Terra Negra, da Clarisse Leal. O livro foi publicado pela Lura Editorial, mas tomei conhecimento dele após ter recebido um e-mail da agência literária Oasys Cultural perguntando se eu tinha interesse em receber um exemplar para ler e resenhar. De cara fiquei super contente com a proposta, já que o livro tem como pano de fundo o Egito (e eu amo tudo sobre hahaha), e a sinopse também deu um empurrãozinho.


Sinopse: O Mistério Oculto na Terra Negra começa em 3200 a.C. quando um misterioso objeto cai do céu nas areias do Deserto do Saara, impulsionando o desenvolvimento daquela região do Egito. Uma irmandade secreta se forma para proteger os conhecimentos da ganância e de mãos erradas. Séculos depois nasce a linda e ambiciosa Zenóbia, filha do sheik das quatro tribos do deserto do Sinai. Na adolescência é atraída e manipulada por um mago praticante de magia negra, para que procure o artefato e o entregue a ele. A partir daí, a jovem empreende uma jornada épica na qual usará todos os meios – inclusive a crueldade – para alcançar seus objetivos. Até se deparar com a última barreira: o Amor.

Neste romance de aventura com toques de fantasia, Clarisse Leal nos leva a percorrer oásis, tendas e palácios descrevendo ricamente esses cenários. Para redigir o livro, pesquisou sobre Zenóbia – personagem histórico que realmente existiu, reinando de 267 a 274 d.C e que chegou a tomar parte do Egito do Império Romano –, em bibliotecas, museus e livrarias de Nova York e Cairo. O Mistério Oculto na Terra Negra também contém elementos de magia e teosofia, outros dois temas caros à autora.


  Bem, para começar, gostaria de falar que o livro é dividido em duas partes não sei se deu pra notar na sinopse. A primeira conta só com onze capítulos, com pouco mais de trinta páginas. Nela a autora introduz o objeto que cai dos céus no deserto sob o ponto de vista de um personagem não especificado. A única informação que temos é que é um homem, mas nada mais nos é revelado. Confesso que achei super estranho, já que não estava acostumada, e isso me incomodou um pouco. Além disso, não só nessa parte, mas durante o livro todo, não foi explicado muito sobre o tal objeto misterioso e nem o porquê/da onde o mesmo foi enviado.

  Já na segunda parte, composta por 153 capítulos (o resto do livro) somos introduzidos no mundo de Zenóbia de Tadmor, personagem que leva o nome de uma figura histórica autêntica. Aí sim fiquei mais familiarizada, já que a narrativa se revela "normal", com personagens nomeados, com suas próprias personalidades e atitudes. Outra coisa que me incomodou aqui foi que, lá para a metade do livro/segunda parte, entra em foco uma outra personagem, e aí fiquei em dúvida se a protagonista era a Zenóbia ou essa outra, já que ambas foram super importantes na história.

  Outro ponto desfavorável foi o excesso de vírgulas. Em várias ocasiões havia pontuação onde não era necessário de forma alguma, que poderia até ser considerado errado, e várias vezes isso atrapalhou na leitura, por deixar confusa a ordem da oração e/ou mudar o sentido da frase. Outra coisa negativa foi que as coisas eram repetidas muitas vezes da mesma forma, o que deu um toque de monotonia na leitura. Além disso, algumas partes e atitudes dos personagens foram confusos. O oposto do excesso de pontuação também foi verdadeiro: houve casos em que a falta dela também fez a leitura momentânea cansativa. Acho que a editora deveria melhorar a revisão dos livros, hein?

Um exemplo do excesso de vírgulas.
  Há quem goste de capítulos maiores e há quem goste de menores. Nesse livro, a autora fez a divisão da história em um total de 164 capítulos (11 na primeira parte e 153 na segunda), sendo que o livro possui 263 páginas. Então, em muitas ocasiões havia capítulos com uma página, outras com duas, e raramente algumas com três. Creio que em vários momentos essa divisão não era preciso, já que dava para dar uma ajustada e continuar num mesmo capítulo.


  Agora um dos pontos positivos é, como eu já falei, o pano de fundo: Egito <3 Acho que não houve descrição exagerada nem falha, algo que eu realmente gosto: o equilíbrio. A autora descreve bem os acontecimentos, os cenários, etc., e principalmente este último fez com que eu me sentisse no Egito lindo maravilhoso hahaha

  Outro ponto positivo foi a história em si: mostra como as coisas são feitas em um governo, as atitudes que uma pessoa com poderio pode tomar e seu comportamento perante as situações. Não vou falar muito mais pra não dar spoiler.

  Mesmo eu não tendo me apegado a nenhum personagem, outra coisa que gostei foi essa última barreira citada na sinopse: o Amor. Calma, gente, que é muito mais do que vocês estão imaginando... Leiam e comprovem haha

  A linguagem é simples, e, mesmo com o excesso de vírgulas e o exagero de capítulos, a leitura é fluída e a todo momento o leitor (tomando como ponta de partida a minha pessoa) quer saber o que está por vir.

  Por último, em relação à edição, gostei bastante da capa, que já dá uma ideia sobre a trama. As folhas são amareladas, a fonte é boa, o livro tem 263 páginas, divididas em duas partes, sendo que a primeira possui 35 páginas e a segunda, o resto.

  Em suma, recomendo esse livro para aqueles que gostam do tema e que não se incomodem com os pontos negativos que citei. E, se se incomodam, mas ainda assim se interessam pelo enredo, leiam.



Marcador da Oasys Cultural. Obrigada pelo contato =D
  Para acessar a página do livro no Skoob, clique aqui.

  E aí, alguém se interessa por livros que se passam no Egito, assim como eu? Leriam esse?
  
  Por hoje é isso leitores. Beijos *-*

2 comentários:

  1. Oi, Aline. Aqui é a Valéria, da Oasys Cultural. Adorei a resenha, viu? Isso é que é boa leitora e boa escritora. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie Valéria, tudo bem?
      Que bom que gostou, fico muito feliz =D
      Beijos *-*

      Excluir

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal