7 de junho de 2016

Resenha do Livro: Anatomias — Uma História Cultural do Corpo Humano

  Olá gente, tudo bem?

  Para quem ainda não me conhece, o meu nome é Mikaelly e sou colaboradora aqui no blog. Hoje irei resenhar o livro Anatomias – Uma História Cultural do Corpo Humano, escrito pelo autor britânico Hugh Aldersey-Williams (formado em ciências naturais em Cambridge), que recebemos em parceria com o magnífico Grupo Editorial Record ^-^


Sinopse: O corpo humano é com frequência descrito como uma maravilha da natureza, mas, sem dúvida, é a maravilha da natureza que menos nos detemos para admirar. Quando tudo está bem, a maioria de nós não dá a menor atenção a essa coleção extraordinariamente complexa de carne, ossos e fluidos. Em Anatomias, o best-seller Hugh Aldersey-Williams revela como o corpo humano funciona, qual deveria ser sua aparência, como conviver com ele, o que ele significa. Mesclando história, ciência, arte, literatura e questões do cotidiano, Anatomias investiga essa que é a mais maravilhosa e misteriosa das criações.


"NOSCE TE IPSUM"
CONHECE-TE A TI MESMO

  Um dos pontos positivos da obra já se pode perceber pela capa que é muito bem produzida e chamativa, além de ser um dos motivos que me fizeram solicitá-la à editora.

  O livro de 363 páginas é dividido em três grandes partes: o todo; as partes; o futuro. Na primeira, o autor "mapeia o território" e comenta sobre a carne e os ossos. Já na segunda, aprofunda em partes específicas do corpo, revelando ao leitor diversas informações que, com certeza, podem não ser tão conhecidas quanto se pensa. Trazendo também conhecimentos sobre o corpo e seu espaço numa sociedade do futuro, abordando questões que hoje em dia são tabus e até citando coisas como imortalidade, o autor traz o desfecho de uma obra excepcional.

  Hugh utiliza uma linguagem simples, salvo em partes um pouco dificultadas pela quantidade de palavras desconhecidas. Contudo creio que, com um pouco de determinação e procurando-as num dicionário ou até mesmo interpretando-as pelo contexto, o vocabulário de quem lê o livro é ampliado consideravelmente.

  Como fala o subtítulo, a obra aborda a história do corpo humano vista sob o aspecto cultural,  com uma narrativa envolvente citando curiosidades, como a adoção de medidas baseadas em partes do corpo (polegada), como o corpo era tratado antigamente, entre outros, trazendo também referências à filósofos, poetas e pintores. "Mesclando história, ciência, arte, literatura e questões do cotidiano", o autor desenvolve a narrativa de uma maneira única que torna a leitura confortável ao leitor, ao mesmo tempo que o tira da sua zona de conforto. Um ponto importante é que em nenhum momento a narrativa se torna cansativa; ao contrário, quanto mais história, melhor rsrsrs Ademais, para ampliar ainda mais o conhecimento, o mesmo utiliza histórias desconhecidas, fascinantes, interessantes e algumas até espantosas. 


  No meio do livro temos uma seção com várias imagens citadas pelo autor e/ou relacionadas ao assunto. Também contamos com uma bibliografia selecionada que possibilita ao leitor descobrir outros livros sobre o tema que podem o interessar e fazê-lo se aprofundar ainda mais no assunto. Além disso, o índice, último elemento do livro, é super interessante para quem quer ler (ou reler) sobre uma determinada pessoa ou coisa (ah, quero ler sobre apendicite; baaam, vou conferir o índice eeeehhhhh).


  Por fim, recomendo este livro para todos os interessados em conhecer mais sobre o corpo e creio que quem o ler não se arrependerá, pois, ao final da leitura, terá acumulado um conhecimento de valor inestimável através de uma narrativa envolvente e agradável.

  Beijos e até a próxima. =D

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dê sua opinião sobre o assunto discutido acima :D

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Copyright © 2015 | Design e Código: Natana Duarte - Colecionando Livros | Uso pessoal